Price Range: from R$200 to R$2.500.000
Land Area Range: from 10 m2 to 1.000 m2
Other Features

Blog

  • Home
  • Dicas
Declaração de imposto de renda 2022 saiba todos os detalhes

Declaração de imposto de renda 2022 saiba todos os detalhes

A declaração de imposto de renda 2022 inicia dia 7 de Março e prazo termina no dia 29 de Abril.

Vc que é autônomo ou precisa complementar sua renda, aproveite esse período para realizar o sonho da casa própria.

Você sabe como fazer a declaração do imposto de renda? Sabia que você também precisa fazer essa declaração sobre venda de imóvel? Afinal, quais são os procedimentos para ficar em dia com a Receita Federal?

Caso haja lucro, vender um imóvel gera o que se chama de ganho de capital ao proprietário, sendo necessário destinar parte dessa lucratividade ao governo e declarar a transação ocorrida.

Neste artigo, você compreenderá melhor como essa engrenagem fiscal funciona em relação ao imposto e a declaração dos imóveis e aprender o passo a passo de recolhimento. Confira!

Declaração do imposto de renda 2022

A Receita Federal ainda não informou qual será o prazo para a declaração do imposto de renda 2022. O que sabemos até o momento é que deve seguir a mesma data dos anos anteriores: de março ao fim de abril.

É importante que o contribuinte já vá se preparando, pois como todos sabemos, o imposto de renda é um momento que exige a preparação de vários documentos e comprovantes.

Veja a seguir a lista dos principais documentos que precisam ser reunidos para esse ano:

Documentos pessoais

  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Título de eleitor;
  • Última declaração do Imposto de Renda (caso houver);
  • Número de conta e agência;
  • Documentos de dependentes e cônjuge.

Documentos de comprovante de renda

  • Informes de rendimentos de instituições financeiras;
  • Informes de rendimento de salários ou fontes pagadoras;
  • Informes de rendimentos de alugueis de bens móveis e imóveis e DARF’s pagos;
  • Informes de rendimentos do cônjuge e dependentes caso houver.

Testes de Covid-19 podem ser dedutíveis no IR 2022; entenda!

Em 2021, o aumento dos casos de Covid-19 trouxe com ele uma maior preocupação e conscientização da população. Com isso, muitos testes para a detecção da doença foram feitos, e alguns, quando pedidos com emergência, podiam chegar a R$800 reais.

Por esse motivo, poderão ser informados na declaração do imposto de renda 2022 todos os testes de Covid-19 feitos em 2021. Só serão aceitos testes feitos para si mesmo ou dependentes.

Esses gastos devem ser incluídos no espaço “pagamentos efetuados” e você deve fornecer o nome, CNPJ do local onde foi feito o teste e valor pago. É preciso também ter em mãos a nota fiscal ou qualquer outro documento que comprove que o pagamento foi realizado.

Importante lembrar que para essas despesas médicas, os testes feitos em farmácia não estarão valendo; apenas laboratórios e hospitais.

Qual é a importância da declaração de imposto de renda?

Antes mesmo de pensar em fazer a sua mudança, torna-se essencial se preocupar com a declaração do imposto de renda, até para assegurar a sua tranquilidade com a venda. É uma forma de provar a legalidade dos seus bens e direitos, de modo que fique em dia com o Fisco e promova uma sociedade mais desenvolvida.

O intuito do recolhimento de tributos é o de remanejar os valores para áreas como educação, saúde, programas sociais, reurbanização, saneamento básico etc. Como a declaração reúne um compilado de informações sobre seus ganhos e despesas ao longo do ano, o ideal é guardar os comprovantes de compras e vendas.

Ter essa preocupação permite que você, em caso de solicitação da Receita Federal, consiga comprovar o que atesta no sistema de apuração de tributos.

Há pessoas que são consideradas isentas e não precisam informar seus dados, porém, existem outras que devem declarar de acordo com as seguintes regras:

  • Obteve mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis, aluguéis e salários:

Vários rendimentos são considerados como tributáveis, então anota aí e faz a conta: seu salário, horas extras, férias, aluguéis, pensões, investimentos, benefícios… some todos esses valores. Se ultrapassarem R$28.559,70, você irá precisar declarar seu imposto;

  • Recebeu mais de R$ 40.000,00 em rendimentos isentos, isto é, que são tributados exclusivamente na fonte ou que não estão sujeitos à tributação:

Os rendimentos não tributáveis são variados: podem ser heranças, doações, indenizações, entre outros. Já como rendimentos tributáveis podemos citar loterias, décimo terceiro, títulos de capitalização, etc;

  • Obteve ganho de capital com a venda de bens ou direitos sujeitos à tributação:

Se em 2021 você vendeu algum bem de valor e lucrou com isso, você também precisará declarar para o IR. Nesse momento, não importa quanto de dinheiro, então fique atento! Qualquer valor terá que ser declarado;

  • Fez negociações na Bolsa de Valores, de mercadorias e futuros;
  • Teve uma receita bruta acima de R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Em 31 de dezembro, tinha uma propriedade acima de R$ 300.000,00:

Se a soma do valor dos seus bens ultrapassa R$300 mil reais, você também é elegível a declarar o imposto de renda. Importante lembrar que você precisa considerar o valor do momento da aquisição e não o quanto eles podem valem hoje.

Como declarar aluguel no imposto de renda?

Agora que você já sabe quem precisa declarar o imposto de renda, vamos falar sobre imóveis. Sabia que em relação ao aluguel, tanto inquilino quanto proprietário precisam declarar o valor de seus aluguéis no imposto de renda?

Muitas pessoas esquecem ou omitem esse valor e acabam caindo na malha fina e definitivamente não é o que queremos. Os erros no momento de preencher também podem prejudicar, então fique atento às dicas!

 

Nós da JN IMÓVEIS nos colocamos à disposição para auxilia-los e dar toda orientação com os procedimentos.

JN Imóveis realizado sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compare

× Como posso te ajudar?